Dysnomia: Videoclipe para a pesada e questionadora faixa-título está disponível

Assim como toda a temática do álbum, a faixa é cheia de densas e profundas indagações, buscando o âmago do questionamento do ser humano, para o bem… ou para o mal

“‘Proselyte’ a princípio, era a denominação dada aos recém convertidos à religião judaica, no texto bíblico. Posteriormente passou a ser utilizado em relação às pessoas que se convertiam a outras religiões, e mais uma vez foi estendido àqueles que se convertiam ou tornavam-se sectários de qualquer ideologia, relacionada ou não às religiões. Ou seja, hodiernamente o termo denota o indivíduo que segue um sistema de pensamento de maneira dogmática, categórica, e que não aceita contestação ou questionamento. Daí advém o termo “proselitismo” que nada mais é do que a tentativa de converter outrem para a sua religião ou ideologia, e que também pode ser uma tradução para o vocábulo inglês ‘proselyte’. A sociedade impõe crenças de forma sutil, muito para além da doutrinação religiosa, e existem, entre os doutrinados ou condicionados a pensar através de um viés ideológico, aqueles que pregam sua crença/ideologia impondo-a como se fosse o único caminho a seguir ou como se estivesse isenta de idiossincrasias, sem sequer estar cientes de sua condição, ou seja, de forma acrítica, para não dizer acéfala. É dessa relação complexa entre o mundo que nos rodeia e os vieses ideológicos que definem nossa percepção acerca deste que tratamos em ‘Proselyte’, entre outras coisas, claro, pois o álbum não segue somente esse eixo temático.”

O clipe, trabalho com direção e produção de Francis Fidélix e Luciano Moraes, conseguiu traduzir estas palavras em imagens, assista:

A produção do clipe contou com o patrocínio do estúdio de tatuagem Hell Bodyartrs e apoio das marcas Oz Produtora, Nova estúdio e Vinil Drums.

O álbum ‘Proselyte’ foi lançado no ano passado e citado em várias listas de melhores de 2016 no Brasil e no exterior. A produção ficou nas mãos do DYSNOMIA e de Gabriel do Vale. A capa por Gustavo Sazes.

Além da versão física do disco, que pode ser adquirida diretamente com a banda ou pelo link https://goo.gl/ZfxT5T, também pode ser encontrado em todas as plataformas de música digital do mundo:

Amazon: https://goo.gl/ch3LG5
Deezer: https://goo.gl/JZf9E0
Spotify: https://goo.gl/Sjj6Zx
iTunes: https://goo.gl/chVbuw

Contatos: dysnomiametal@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s